Notícia

Weverton Santiago: Nota à população iunense

star174

Por Weverton Santiago, fonte Santa Casa de Iúna
Publicado em 30/11/2018 as 16:25  •  atualizado há 9 horas

O Hospital Santa Casa de Iúna é um bem que pertence a população e não pode servir como moeda ou trampolim político. Ao adentrar nas suas portas todas as paixões, lados e pessoalidades devem ficar abaixo dos interesses da instituição. Históricos de corrupção, de saqueamento e de outras anomalias administrativas devem ser superados e todos devem buscar ajudar na reconstrução moral e ética do hospital.

Outro ponto relevante é saber que nenhum prodigioso "messias" aparecerá para "salvar" ou para ser a "solução" definitiva para os enormes desafios da Santa Casa. Isto porque a solução nunca pertenceu e jamais esteve no universo singular, ela sempre caminhou com a pluralidade e com a coletividade. Não existe e não existirá nenhuma magia e nenhuma mágica, o que sempre existiu e sempre vai existir é a realidade do trabalho, da luta e da garra de quem não tem nenhum compromisso com a corrupção e com os corruptos.

Destarte, quero convidar a sociedade de Iúna para debater abertamente e sem nenhum mistério a presente realidade do Hospital Santa Casa. Essa instituição que tanto acolheu e ainda acolhe os filhos do Caparaó, agora precisar ser acolhida, amada e cuidada. A Santa Casa, que tanto salvou vidas, agora precisa das fortes mãos de todo aquele que sonha com a autonomia política e administrativa dessa importante instituição. A Santa Casa precisa de todos os sensatos e daqueles que sabem o valor de uma vida, uma única vida!

Portanto e sem nenhuma exceção, quero convocar a solidária e valente população de Iúna, para conhecer a realidade do hospital e suas urgenciais complexidades. Precisamos unir a sociedade entorno dessa prioridade, caso contrário a sonhada alternativa será o grande pesadelo do hoje e do amanhã. Precisamos encarnar as agonias de quem diariamente é assistido nos corredores do sofrimento da Santa Casa. Não adianta mais protelar e ufanizar essa situação, pois o preço é altíssimo: a nossa vida e a vida de quem amamos. Por isso, a causa não é de A ou de B, a causa é de todo aquele que compreendeu a palavra servir, servir ao próximo.

Enfim, não quero convidá-los para "salvar" o hospital Santa Casa, estou convocando-os para uma árdua luta, uma luta sem bandeiras partidárias, sem manobras políticas e sem a egoísta arma do eu, estou clamando para que lutemos pelo bem maior: a vida!

Vale a pena lutar pela Santa Casa, vale a pena lutar quando a causa não é somente minha, e sim de todos!

Hospital Santa Casa de Iúna, nós estamos com você,

Weverton Santiago
Secretário de Gestão e Planejamento/Gestor Provisório da Santa Casa

Fotos

Weverton Santiago: Nota à população iunense

Santa Casa de Iúna

https://w3go.me/cbjjF

Publicações relacionadas

Aguarde, enviando dados!

clear